A Palavra do Venerável Mestre

A Palavra do Venerável Mestre

Ao buscar palavras que ao menos pudessem tentar traduzir para os Amados Irmãos, como vejo, por que amo, quão grande é o meu respeito, e o que pretendo para com a mui Querida, A.R.LS Scripta et Veritas, nesta nossa Administração do biênio 2017/2019, deparei com uma belíssima mensagem de Mahatma Gandhi, vinda como uma Luz do Oriente a me dizer: eis o que pensas.
“Pra que gritar?
Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta a seus discípulos :
Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?
Gritamos porque perdemos a calma, disse um deles.
Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao seu lado?, questionou novamente o pensador.
Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça, retrucou outro discípulo.
E o mestre volta a perguntar :
Então não é possível falar-lhe em voz baixa?
Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma convenceu o pensador.
Então ele esclareceu :
Vocês sabem por que se grita com uma pessoa quando se está aborrecido?
O fato é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito.
Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente.
Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para ouvir um ao outro, através da grande distância.”
Meus Amados Irmãos, é assim que vejo a nossa Querida Loja, a qual nos ensina a termos sempre nossos corações bem próximos ao de cada Irmão, nos relembra a cada dia o que vimos aqui fazer, nos concede as ferramentas para vencermos nossas paixões, e os gritos dos aborrecimentos, nos exorta a submetermos nossas vontades, e a fazermos novos progressos na Maçonaria.
A síntese disso é o Amor, amor em simples mas grandiosos gestos de cada Amado Irmão.
Amor este, percebido e sentido sob diversas atitudes, em um ósculo fraterno, em uma forma peculiar de cada Irmão dar o seu “boa noite”, em um leve soar de sino, no socorro a quem precisar, em uma música harmônica colocada com a certeza que irá agradar a determinado Irmão, em se Venerar o Venerável, no esmero com as Instruções, na elaboração da Revista ¼ de Hora, ao “Decanar” por mais de 3 minutos, ao Presidir uma Instalação, ao circular compenetradamente com a Caridade, ao Orar e estudar as Leis, ao Secretariar e magistralmente registrar, ao Vigiar e cuidar das Colunas, ao ter a Chave do Cofre, contar e guardar o fruto da colheita, ao Carimbar e anunciar os aniversariantes, ao esculpir Malhetes e Circular como um Mago, ao Verificar se podemos começar os trabalhos, ao dispor todos os apetrechos para a realização dos nossos Augustos Trabalhos, ao Ostentar a Bandeira, ao Ostentar o Estandarte, ao calar e observar por sermos Eternos Aprendizes.
A união e o amor que norteiam nossa Loja, dão-me a certeza de termos um trabalho profícuo para a Glória do Grande Arquiteto do Universo.
Meus Amados Irmãos, bem baixinho vos falo:
“Oh! Quão bom e suave é que os Irmãos vivam em união”!

Swami Caetano da Silva
Ven. Mestre